QUEM É RÚBIA FERREIRA PINTO

Rúbia Ferreira Pinto, 34 anos, é mãe, professora de História e trabalhadora da educação. É como professora da Rede Pública de Ensino de Belo Horizonte. que Rúbia dedica parte importante da sua vida. Sua luta hoje é para que seus filhxs e todos(as) estudantes de BH tenham uma educação pública, gratuita, inclusiva, laica, livre, de qualidade. E para fazer acontecer, participa ativamente das atividades propostas pela sindicato da sua categoria, o Sind-Rede.

Nascida em Pará de Minas, Rúbia foi criada por mãe, junto com os irmãos, em casa de avó. Mudou-se para Belo Horizonte em 2008, para poder parir a primeira filha: “Acabei renascendo aqui”. Rúbia ia de Belo Horizonte até Divinópolis para concluir a faculdade. Ingressou e formou-se na graduação por meio do Prouni. Ao concluir a faculdade, foi trabalhar, com o que era possível no momento, na época com um bebê de menos de 1 ano: o telemarketing.

Apesar de não ter se formado na UFMG, foi atuar na universidade federal integrando o grupo de pesquisa Scientia. “Estar na universidade para mulher, preta e do interior é abrir caminhos. E foi esse grupo de pesquisa mudou minha vida”, diz.

Incentivada a estudar para concurso, se tornou funcionária pública da PBH. Antes de ser nomeada, trabalhou no Espaço do Conhecimento UFMG. Teve a oportunidade de trabalhar com a diversidade e a pluralidade. Foi lá que conheceu o projeto Sentidos do Nascer, projeto fundamental para a construção da sua militância.